Rafael – 2001-2003

Published On 10/08/2015 | Ex-Atletas
Nome completo – Rafael de Andrade Bittencourt Pinheiro
Período – 2001-2003
Posição – Goleiro
Nascimento – 3 de março de 1982, em São Paulo.
Jogos – 07
Gols – 00
Histórico – Vindo das categorias de base do Santos, Rafael teve sua primeira chance no profissional em 2001. Tinha a concorrência de Fábio Costa e Pitarelli pela camisa número 01, e nunca conseguiu se firmar. Fez parte do elenco Campeão Brasileiro de 2002, como terceiro goleiro, e atuou em 4 partidas da campanha vitoriosa.
Deixou o clube da Vila Belmiro em 2004, e transferiu-se para o São Bento de Sorocaba, onde ficou até 2007, para acertar com o Hellas Verona/ITA, da 3º divisão italiana. Iniciou na temporada 2007/08, e logo se firmou como titular. Na temporada 2013/2014, o Hellas conseguiu o acesso a primeira divisão da Itália, com Rafael sendo um dos destaques da equipe. O clube italiano não disputava a primeira divisão desde 2002. Na temporada 2014/2015, terminaram em 13º lugar, garantindo a permanência para a temporada 2015/2016. Há 08 anos na equipe, Rafael se tornou um grande ídolo, e mesmo não tendo uma longa passagem pelo Santos, é mais um Menino da Vila que ganhou destaque mundo a fora.
ESTREIA COMO TITULAR
18/09/2002 – Vasco 1 x 2 Santos
Gols: Elano aos 6min e Souza aos 17min do primeiro tempo; Alex aos 18min do segundo tempo.
Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro.
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE)
Cartões amarelos: Rogério Pinheiro e Rogério Corrêa (V); Leo e William (S)
Cartão vermelho: Haroldo (V)
Vasco: Fábio; Henrique, Géder, Rogério e Wederson (Rodrigo Souto); Haroldo, Rogério Corrêa, Léo Lima (Ely Tadheu) e Petkovic; Cadu (Siston) e Souza. Técnico: Antônio Lopes
Santos: Rafael; Maurinho (Douglas), Alex, Preto (Pereira) e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego; Robinho e Alberto (William). Técnico: Emerson Leão
ULTIMO JOGO
17/11/2002 – São Caetano 3 x 2 Santos
Gols: Claudecir aos 41min do primeiro tempo; Luis Carlos Capixaba aos 8min, Alex aos 11min, Claudecir aos 16min e Alberto aos 44min do segundo tempo.
Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, São Paulo.
Competição: Campeonato Brasileiro
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Claudecir, Luis Carlos Capixaba e Irinei (SC); Alexandre (San)
São Caetano: Silvio Luiz; Marlon, Dininho, Lúcio e Serginho; Claudecir, Magrão, Luis Carlos Capixaba (Leandro) e Irinei; Wágner (Adãozinho) e Edu Salles (Anaílson). Técnico: Mário Sérgio
Santos: Rafael; Maurinho, André Luis, Alex e Leo; Alexandre, Renato, Elano e Diego (William); Robinho e Douglas (Alberto). Técnico: Emerson Leão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *