Sormani – 1959-1961

Published On 28/01/2016 | Ex-Atletas
Nome completo – Angelo Benedito Sormani
Período – 1959-1961
Posição – Atacante
Nascimento –  3 de julho de 1939, em Jaú, São Paulo
Jogos – 94
Gols – 23
Histórico – Iniciou nas categorias de base do XV de Jaú, e chegou a Vila Belmiro em 1959, com 20 anos.
Atuava pela ponta-direita, e tinha a grande concorrência de Dorval, no auge de sua forma. Devido a sua grande qualidade técnica, por muitas vezes, formou nos onze titulares, mesmo o Santos tendo diversas opções no ataque. Realizou quase 100 jogos pelo Alvinegro, e ganhou grande destaque internacional.
Em 1961, embarcou para a Itália, e não voltou mais. Transferiu-se para o Mantova/ITA, seu primeiro clube italiano. Atuou ainda pela Roma/ITA e Sampdoria/ITA, antes de vestir a camisa do Milan/ITA, em 1965, onde conquistou seu auge. Foi Campeão Italiano, Campeão da Copa da Itália, da Liga dos Campeões e Mundial Interclubes.
Ganhou grande apreço no país, e se naturalizou italiano, jogando a Copa do Mundo de 1962 pela Seleção da Azzurra.
Antes de encerrar a carreira, ainda atuou pelo Napoli/ITA, Fiorentina/ITA e Lanerossi Vicenza/ITA.
ESTREIA
18/07/1959 – Fortaleza 2 x 2 Santos
Gols: Pelé (2) – Zé Raimundo e Bececê
Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, Ceará
Competição: Amistoso
Renda: Cr$ 1.073.730,00 (Recorde de renda no Nordeste)
Árbitro: Fator Euclides Rosa
SFC: Manga; Pavão e Dalmo; Getúlio, Formiga e Urubatão (Fioti); Dorval, Jair Rosa Pinto (Afonsinho), Coutinho, Pelé (Sormani) e Pepe. Técnico: Lula
FEC: Não informado
PRIMEIRO GOL
03/09/1959 – Santos 2 x 0 Comercial FC
Gols: Sormani aos 39min do primeiro tempo; Pagão aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 154.465,00
Público: calculado em 3.400
Árbitro: Fatore Euclides Rosa
SFC: Manga; Pavão e Mourão; Ramiro, Formiga e Urubatão; Sormani, Jair Rosa Pinto, Pagão, Coutinho e Dorval. Técnico: Lula
CFC: Boneli; Arruda e Vastinho; Toninho, Hélio e Candão; Noca, Ademar, Almeida, Carlos Cezar e Benê. Técnico: Gílson Silva
ULTIMO GOL
26/06/1961 –  Karlsruhe SC/ALE 6 x 8 Santos
Gols: Pelé (3), Coutinho (3), Sormani e Dorval – Wischnovski, Witlatschil, Spaeth (2), Herremann e Reitgasal.
Local: Widparkstadion, em Karlsruhe, Alemanha
Competição: Amistoso
Público: 35.000 aproximadamente
Árbitro: Karl Kuch (ALE)
SFC: Laércio (Lalá); Dalmo e Décio Brito; Getúlio, Formiga (Brandão) e Zito; Dorval, Lima, Coutinho (Sormani), Pele (Pagão) e Pepe (Tite). Técnico: Lula
KSC : Paul; Dimmel, Bihan e Schwell; Ruppenstein e Szymanisk; Reitgassl, Herremann, Spaeth, Wischonovski e Witlatschil
• Jogos e gols:
1959 – 10 jogos e 03 gols
1960 – 47 jogos e 15 gols
1961 – 37 jogos e 05 gols
Total: 94 jogos e 23 gols
Fontes e Referências:
Almanaque do Santos, de Guilherme Nascimento;
Revista Placar; 
Gazeta Esportiva;
Sessão “Que fim de levou”, de Milton Neves; 

Comments are closed.