Taça Libertadores da América – 1965

Published On 25/03/2014 | Taça Libertadores
Por Gabriel Santana
Santos, 25/03/2014
Atualizado, 02/03/2017

Voltando para a fase de grupos, o Santos enfrentou novamente o Peñarol-URU em três oportunidades, mas desta vez na fase semifinal.

PRIMEIRA FASE – GRUPO 2
13/02 – Universidad de Chile-CHI 1 x 5 Santos – Gols: Pelé [3], Mengálvio e Pepe; Nacional de Santiago
19/02 – Universitário-PER 1 x 2 Santos – Gols: Peixinho [2]; Nacional de Lima
26/02 – Santos 1 x 0 Universidad de Chile-CHI – Gol: Pelé; Pacaembu
06/03 – Santos 2 x 1 Universitário-PER – Gols: Pelé e Pepe; Pacaembu
Campanha:
1º Lugar – 04 jogos – 04 vitórias  – 10 GP – 03 GC
SEMIFINAIS
25/03 – Santos 5 x 4 Peñarol-URU – Gols: Pelé, Pepe, Dorval [2] e Coutinho; Pacaembu
28/03 – Peñarol-URU 3 x 2 Santos – Gols: Ledesma (c) e Coutinho; Centenário
31/03 – Santos 1 x 2 Peñarol-URU – Gol: Pelé; Monumental de Nuñez
Campanha Final:
4º Lugar – 07 jogos – 05 vitórias – 02 derrotas – 18 GP – 12 GC
Artilheiros:
07 gols: Pelé
03 gols: Pepe
02 gols: Peixinho, Coutinho e Dorval
01 gol: Mengálvio
01 gol Contra: Ledesma

Jogadores utilizados (17):
07 jogos: Geraldino, Zito, Dorval, Mengálvio, Pelé e Pepe
06 jogos: Joel Camargo
05 jogos: Gylmar
04 jogos: Lima, Olavo e Toninho
03 jogos: Haroldo e Coutinho
02 jogos: Laércio, Ismael e Mauro
01 jogo: Peixinho

Fichas Técnicas:
13/02/1965 – Universidad de Chile-CHI 1 x 5 Santos
Gols: Pelé aos 12min e Mengálvio aos 28min do primeiro tempo; Pelé aos 19min e aos 32min, Pepe aos 15min e Araya aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Público: 49.218 + 2.318 sócios (51.536 pessoas)
Renda: Cr$ 77.888.950,00
Árbitro: Romulado Arppi Filho (BRA)
Universidad: Astorga; Donoso, Villanueva, Rodriguez, Contreras, Araya, Alvarez, Clivares (Oleniak), Marcos e Sanchez.
Santos: Gylmar; Lima, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Haroldo; Dorval, Mengálvio, Toninho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
19/02/1965 – Universitário-PER 1 x 2 Santos
Gols: Peixinho [2]; Calatayud.
Local: Estádio Nacional de Lima, em Lima, Peru.
Público: 50.000 aproximadamente
Renda: CR$ 45.711.705,00
Árbitro: Rubén Cabrera (PAR)
Universitário: Zegarra; Arguedas, José Fernandez, Cruzado e Fuentes, Jorge Fernández e Zavala; Cruzado, Calatayud, Uribe, Guzmán e Rodríguez.
Santos: Gylmar; Lima, Joel Camargo, Haroldo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Peixinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
26/02/1965 – Santos 1 x 0 Universidad de Chile-CHI
Gol: Pelé aos 6min do segundo tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Público: 27.834 pagantes
Renda: Cr$ 23.448.9000,00
Árbitro: Mario Gasc (CHI)
Santos: Gylmar; Lima, Olavo, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Toninho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Universidad: Astorga; Eyzaguirre, Contreras, Musso e Vilanueva; Hodge e Marcos; Araya, Alvarez, Oleniak e Leonel Sanchez.
06/03/1965 – Santos 2 x 1 Universitário-PER
Gols: Pelé e Pepe; Zavala.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Público: 22.454 pagantes
Renda: Cr$ 20.776.600,00
Árbitro: Esteban Marino (Uruguai).
Santos: Gylmar; Lima, Olavo, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Toninho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Universitário: Zegarra; Arguedas, Jorge Fernandez, Fuentes e Rios; José Fernandez e Zavala; Calatayud, Uribe, Guzmán e Rodriguez (Quipusco).
25/03/1965 – Santos 5 x 4 Peñarol-URU
Gols: Pelé aos 2min, Pepe aos 2min, Dorval aos 7min e aos 22min, Pedro Rocha aos 19min, Hector Silva aos 24min e Coutinho aos 38min do primeiro tempo; Sacia aos 29min e Hector Silva aos 35min do segundo tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Público: 30.518 pagantes
Renda: Cr$ 36.598.500,00
Árbitro: Luís Ventre (ARG)
Santos: Gylmar; Ismael, Olavo, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Coutinho (Toninho), Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Peñarol: Maidana; Forlan, Maciel (Perez), Varela e Caetano; Gonçalves e Pedro Rocha; Ledesma, Hector Silva, Sacia e Joya. Técnico: Máspoli
28/03/1965 – Peñarol-URU 3 x 2 Santos
Gols: Hector Silva aos 8min e Ledesma (c) aos 23min do primeiro tempo; Coutinho aos 13min, Sacia aos 31min e Hector Silva aos 43min do segundo tempo.
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai.
Público: 72.000 aproximadamente
Renda: Cr$ 188.000.000,00 ou 3.140.270 pesos uruguaios
Árbitro: Luís Ventre (ARG)
Santos: Laércio; Olavo, Mauro, Joel Camargo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Peñarol: Maidana; Forlan, Perez, Varela e Caetano; Gonçalves e Pedro Rocha; Ledesma, Hector Silva, Sacia e Joya. Técnico: Máspoli
31/03/1965 – Santos 1 x 2 Peñarol-URU
Gols: Joya aos 14min do primeiro tempo; Pelé aos 30min do segundo tempo; Sacia aos 7min do primeiro tempo da prorrogação.
Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, Argentina.
Público: 50.133 pagantes
Renda: Cr$ 215.000.000,00
Árbitro: Roberto Goycochea (ARG)
Expulso: Mengálvio, na prorrogação.
Santos: Laércio; Ismael, Mauro, Haroldo e Geraldino; Zito e Mengálvio; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
Peñarol: Mazurkiewicz; Forlan, Mariel (Perez), Varela e Caetano; Gonçalves e Pedro Rocha; Ledesma, Héctor Silva, Sacia e Joya. Técnico: Máspoli

Fontes e Referências:
Jornal “A Tribuna”;
Almanaque do Santos FC;
Centro de Memória e Estatística do Santos FC;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *