Taça Santos – 1952

Published On 08/04/2014 | Torneios Amistosos
Em 1952, o Santos disputou um torneio curioso. A Taça Santos foi realizada na Vila Belmiro, onde o Santos enfrentou 4 times da capital. Aquele que obtivesse melhor resultado nos confrontos, ficaria com o título. O melhor resultado das quatro partidas foi a vitória do Santos sobre a Portuguesa, por 2×0, e por esse motivo, a taça ficou na Vila Belmiro.
– Jogos:
24/07 – Santos 2 x 0 Portuguesa
30/07 – Santos 0 x 1 São Paulo
10/08 – Santos 3 x 3 Corinthians
17/08 – Santos 0 x 0 Palmeiras
– Fichas Técnicas:
24/07/1952 – Santos 2 x 0 Portuguesa
Gols: Hugo e Alemão
Local: Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 92.910,00
Árbitro: Jorge Miguel
Santos: Manga; Hélvio e Expedito; Nenê, Formiga (Pascoal) e Zito; Alemãozinho, Aires (Paraguaio), Hugo e Tite. Técnico: Aymoré Moreira
Portuguesa: Muca; Nena e Noronha; Djalma Santos, Brandãozinho e Ceci (Manduco); Julinho, Negri, Nininho, Pinga e Simão (Rodrigues II).
Técnico: Jim Lopes
30/07/1952 – Santos 0 x 1 São Paulo
Gol: Alcino
Local: Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 134.460,00
Árbitro: Querubim da Silva Torres
Santos: Manga; Hélvio e Xatara (Expedito); Nenê, Zito e Pascoal; Alemãozinho, Aires, Paraguaio (Nicácio), Hugo (Odilon) e Tite. Técnico: Aymoré Moreira
São Paulo: Bertolucci; Clélio e Pixo; Rui, Alfredo e Turcão; Alcino, Durval, Abella, Maurinho e Moreno. Técnico: Vicente Feola
10/08/1952 – Santos 3 x 3 Corinthians
Gols: Américo, Alemãozinho e Homero (c); Jackson [2] e Cláudio.
Local: Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 148.970,00
Árbitro: Vicente Paradiso
Santos: Manga; Hélvio e Xatara (Expedito); Nenê, Formiga e Pascoal; Américo, Antoninho (Góis), Nicácio, Alemãozinho (Hugo) e Tite. Técnico: Aymoré Moreira
Corinthians: Cabeção; Homero e Olavo; Sula, Goiano e Julião; Cláudio, Gatão (Souzinha), Carbone, Jackson e Colombo. Técnico: Rato
17/08/1952 – Santos 0 x 0 Palmeiras
Local: Vila Belmiro, em Santos.
Renda: Cr$ 122.640,00
Árbitro: João Etzel
Santos: Manga; Hélvio e Expedito; Nenê, Formiga e Pascoal; Américo, Góis, Nicácio, Alemãozinho (Cento e Nove) e Tite. Técnico: Aymoré Moreira
Palmeiras: Oberdan; Rubens (Salvador)(Sarno) e Mexicano; Gersio, Tulio e Dema; Liminha (Ponce), Moacir (Conti), Amorim (Vaguinho), Odair (Alfredinho) e Lima. Técnico: Abel Picabéa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *