Toninho Carlos – 1982-1987

Published On 20/12/2016 | Ex-Atletas
Por Ronaldo Silva e Gabriel Santana
Santos, 20/12/2016

Nome completo Antônio Carlos Corrêa
Período – 1982-1987
Posição – Zagueiro
Nascimento – 17 de maio de 1961, em Lins, São Paulo
Jogos  295
Gols  04

Histórico – Toninho Carlos iniciou no futebol nos juniores do Nacional da Capital, charmoso clube da cidade paulistana. Ainda nas divisões de base, se transferiu para o Matsubara-PR, onde começou a ter destaque nacional.
A equipe de Cambará era conhecida por revelar diversos nomes para o futebol brasileiro, e era intitulada como “o maior revelador de jogadores do estado do Paraná”.
Foi convocado para integrar a Seleção Brasileira sub-20, e com a camisa amarela, sagrou-se Bicampeão do Torneio de Toulon, na França.

Toninho Carlos era apontado como uma das grandes revelações do futebol brasileiro! (Foto/Revista Placar)

Meses depois, o time santista o trouxe para realizar um período de experiência no clube. Em apenas três meses, Toninho Carlos já estava aprovado, e passou a integrar o plantel profissional da equipe santista.
Contratado em janeiro de 1982, em seu primeiro ano na Vila Belmiro, Toninho dividiu o espaço na zaga santista com Joãozinho e Márcio Rossini. A partir de 1983, virou titular absoluto, e foi premiado com convocações para a Seleção Brasileira. Enquanto esteve no Santos, Toninho Carlos participou de 4 partidas pelo selecionado brasileiro.
O quarto-zagueiro santista se destacava pela imposição dentro da área. Intimidava os atacantes com a sua categoria em desarmar.
No ano de 1984, conquistou com o Alvinegro o Título de Campeão Paulista, sendo um dos principais nomes da conquista, atuando em praticamente todas as partidas do certame.
Permaneceu na Vila Belmiro até 1987, quando acertou sua transferência para o Bangu-RJ. Atuou ainda no Coritiba, Atlético-MG, entre outros clubes brasileiros.
Após se aposentar, começou a se dedicar na função de empresário de jovens atletas.

ESTREIA
20/01/1982 – Santos 4 x 1 Moto Clube
Gols: Márcio Rossini, João Paulo, Palhinha e Nílson Dias – Zé Roberto
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos
Competição: Campeonato Brasileiro
Renda: Cr$ 5.626.900,00
Público: 17.160
Árbitro: Jefferson Leite de Freitas
SFC: Marolla; Mauro Campos, Márcio Rossini, Mauro Patrício e Gilberto Sorriso; Chicão (Toninho Carlos), Carlos Silva e Pita; Ronaldo, Nílson Dias (Palhinha) e João Paulo. Técnico: Clodoaldo
MC: Moacir; Cabreira, Paulino, Moacir II e Tião; Luiz Carlos, Gil e Zé Carlos; Zé Roberto, Raimundo (Gilmar) e Lutercio (Norinho). Técnico: Paulo Sérgio Polotti
PRIMEIRO GOL
04/04/1984 – Junior Barranquila-COL 0 x 3 Santos
Gols: Toninho Carlos aos 6min do primeiro tempo; Lino (p) aos 3min e Camargo aos 35min do segundo tempo
Local: Estádio Romello Martinez, em Barranquila, Colômbia
Competição: Taça Libertadores
Renda: Cr$ 520.000.000,00
Público: 15.000
Árbitro: Arturo Ithurralde (Argentina)
Expulsos: Betão (SFC) e Barrios (CPDAJ)
SFC: Rodolfo Rodriguez; Betão, Márcio Rossini, Toninho Carlos e Paulo Róbson; Luis Gustavo, Paulo Isidoro e Lino; Gersinho, Gérson (Camargo) e Márcio Fernandes (Toninho Oliveira). Técnico: Formiga
CPDAJ: Pogany; Bolano (Grau), Bauza, Miranda e Blancos; Ischia, Galván e Pérez; Barrios, Valderrama e Bolívar (Knight). Técnico: José Varacka
ÚLTIMO JOGO
16/08/1987 – Corinthians 5 x 1 Santos
Gols: Edmar aos 19min e 45min, Jorginho aos 32min do primeiro tempo; Mendonça (p) aos 6min, Edmar aos 27min e 42min do segundo tempo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Renda: Cz$ 6.497.530
Público: 52.777 + 5.704 (58.481)
Árbitro: Roberto Nunes Morgado
SFC: Rodolfo Rodriguez; Raul, Nildo, Toninho Carlos e Claudinho; César Sampaio, Hugo De León, Mendonça e Osvaldo; Carlos Alberto Costa e Arizinho. Técnico: Candinho
SCCP: Waldir Perez; Édson, Mauro, Jatobá e Dida; Biro-Biro, Everton (Marcos Roberto) e Eduardo (Wilson Mano); Jorginho, Edmar e João Paulo. Técnico: Formiga

• Jogos e gols:
1982 – 39 jogos e 00 gol;
1983 – 46 jogos e 00 gol;
1984 – 57 jogos e 02 gols;
1985 – 67 jogos e 02 gols;
1986 – 41 jogos e 00 gol;
1987 – 45 jogos e 00 gol;
Total: 295 jogos e 04 gols

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Jornal “A Tribuna de Santos”;
Revista Placar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *