Torneio Hexagonal do Chile – 1965

Published On 02/06/2014 | Torneios Amistosos
Por Gabriel Santana
Santos, 02/06/2014
Atualizado, 02/02/2016

O Santos disputou 4 vezes o tradicional Torneio Hexagonal do Chile, sendo nos anos de 1965, 1967, 1970 e 1977. Conquistou a taça em 3 oportunidades, e foi vice-campeão em 1967, perdendo apenas por ter um saldo de gols inferior.
O Torneio tinha o sistema de pontos corridos, e era composto pelas melhores equipes locais, por equipes tradicionais que constantemente eram campeãs em seus respectivos países, e até mesmo por Seleções Nacionais.
Na edição de 1965, um dos maiores jogos da história do Futebol foi protagonizado. Santos x Seleção da Tchecoslováquia, a então vice-campeã mundial. O maior jogo da história do território chileno.

• Participantes: Santos, Universidad Católica/CHI, Seleção da Tchecoslováquia, River Plate/ARG, Colo-Colo/CHI e Universidad de Chile/CHI.
• Campanha:
Campeão – 05 jogos – 04 vitórias – 01 derrota – 16 GP – 10 GC – 06 SG
• Artilheiros:
06 Gols: Pelé
04 Gols: Dorval
03 Gols: Toninho
02 Gols: Coutinho
01 Gol: Zito
Fichas Técnicas:
13/01/1965 – Santos 2 x 1 Universidad Católica/CHI
Gols: Ramirez aos 34min do primeiro tempo; Pelé aos 8min e Toninho aos 30min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Árbitro: Sergio Bustamante (Chile)
Santos: Gilmar; Modesto e Geraldino; Ismael, Haroldo e Zito; Toninho, Mengálvio (Lima), Coutinho (Gilberto), Pelé e Pepe (Peixinho). Técnico: Lula
Universidad Católica: Godoy; Barrientos, Villarroel e Sullivan; Adriazols e Isella (Pallares); Beta (Varas), Prieto, Tobar (Gallardo) e Fouilloux.
16/01/1965 – Santos 6 x 4 Seleção da Tchecoslováquia
Gols: Coutinho aos 27min, Masny aos 32min, Rath aos 34min e Pelé aos 45min do primeiro tempo; Dorval aos 5min, Valseck aos 18, Coutinho aos 20min, Kadraba aos 37min, Pelé aos 42min e aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Árbitro: Rafael Hormazabal
Santos: Gilmar; Ismael, Modesto, Haroldo e Geraldino; Zito (Mengálvio) e Lima; Dorval, Coutinho (Peixinho), Pelé e Pepe (Toninho). Técnico: Lula
Tchecoslováquia: Schmueker; Lala, Popluhar e Maes; Geleta e Pluskal; Pospihal, Rath (Bencz), Masopust (Kadraba), Masny e Valseck.
22/01/1965 – Santos 2 x 3 River Plate/ARG
Gols: Pelé aos 16min, Laliana aos 17min e aos 24min, Toninho aos 36min e Mas aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Árbitro: Mário Gasc
Santos: Gilmar; Ismael, Modesto (Joel) e Geraldino; Zito e Haroldo; Dorval, Lima (Toninho), Pelé e Pepe (Peixinho). Técnico: Lula
River Plate: Gatti; Sainz, Ramos Delgado e Bonzuck; Cap (Millori) e Varacka; Solari, Sarnani, Delém (Mas), Matosas e Laliana.
29/01/1965 – Santos 3 x 2 Colo-Colo/CHI
Gols: Mario Moreno aos 11min, Dorval aos 28min, Jimenez aos 33min do primeiro tempo; Dorval aos 17min e Toninho aos 43min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Árbitro: Cláudio Vicuña
Expulsões: Peixinho
Santos: Gilmar; Ismael, Joel e Geraldino; Zito (Eliseu) e Haroldo; Peixinho, Lima, Coutinho (Toninho), Pelé e Dorval. Técnico: Lula
Colo-Colo: J. Moreno; Berly, Lepe e Gonzalez; Cruz e Ortiz; Mário Moreno, Hormazabal (Bravo), H. Alvarez, Jimenez e Roberto.
02/02/1965 – Santos 3 x 0 Universidad de Chile/CHI
Gols: Dorval, Pelé e Zito.
Local: Estádio Nacional, em Santiago, Chile.
Público: 72.059
Renda: 254.918 pesos chilenos (Cr$ 137.145.884,00) (Novo Recorde)
Expulsos: Lima e Leonel Sanchez foram expulsos aos 12min do 1º tempo.
CFPUC: Astorga; Eyzaguirre, Hodge, Contreras e Villanueva; Danoso e Alvarez (Campos); Arraya (Gangas), Olivares, Marcos e Leonel Sanchez.
Santos: Laércio, Joel e Geraldino; Lima, Haroldo e Zito; Dorval (Peixinho), Mengálvio, Toninho, Pelé e Pepe (Ismael). Técnico: Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *