Torneio Hexagonal do Chile – 1967

Published On 09/06/2014 | Torneios Amistosos
O Alvinegro participou pela segunda vez do tradicional Hexagonal do Chile em 1967, e essa foi a única participação onde o time santista não ficou com o título do torneio.
– Participantes: Santos, Universidad de Chile-CHI, Vasas-HUN, Peñarol-URU, Universidad Católica-CHI e Colo-Colo-CHI.
– Campanha: Vice-Campeão; 05 Jogos; 03 Vitórias; 02 Empates; 13 GP; 06 GC; 07 SG
– Artilheiros:
05 Gols: Pelé
03 Gols: Toninho
02 Gols: Edu
01 Gol: Lima, Rildo e Buglê
– Fichas Técnicas:
07/02/1967 – Santos 1 x 1 Universidad de Chile/CHI
Gols: Toninho aos 33min do primeiro tempo; Araya aos 29min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Árbitro: Rafael Hormazabal
Santos: Cláudio; Carlos Alberto Oberdan e Rildo; Zito e Orlando; Amauri (Clodoaldo), Lima, Toninho, Pelé e Edu.
Universidad: Neff; Eyzaguirre, Quintano e M. Rodriguez; J. Rodriguez e Hodge; Araya, Yavar (J. Ramirez), Marcos (Contreras) Morris e O. Rodriguez (Torres).
10/02/1967 – Santos 2 x 2 Vasas/HUN
Gols: Lima aos 12min e Pelé (f) aos 35min do primeiro tempo; Korsós aos 3min e aos 28min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Competição: Torneio Hexagonal do Chile
Público: 65.803 pagantes
Renda: 338.824 pesos chilenos
Árbitro: Cláudio Vicuña
Santos: Claudio; Carlos Alberto, Oberdan e Rildo; Zito (Clodoaldo) e Orlando; Amauri (Wilson), Lima, Toninho (Abel), Pelé e Edu. Técnico: Antoninho
Vasas: Varga (Kenderesi); Bakos, Mészöly, Mathesz e Berendi; Ihász e Fister; Molnár, Pál II Tibor, Farkas e Korsós. Técnico: Csordás Lajos
17/02/1967 – Santos 2 x 0 Peñarol/URU
Gols: Rildo aos 29min e Toninho aos 36min do primeiro tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 60 mil aproximadamente
Árbitro: Cláudio Vicuña
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Oberdan e Rildo; Zito (Buglê) e Orlando; Amauri
(Abel), Lima, Toninho (Wilson), Pelé e Edu.
Peñarol: Mazurkiewicz; Lezcano, Dias, Forlan e Caetano; Gonsalvez e Cortês;
Silva, Carrera, Spencer e Varela.
21/02/1967 – Santos 6 x 2 Universidad Católica/CHI
Gols: Pelé aos 23min e aos 41min e Herrera aos 43min do primeiro tempo; Toninho aos 13min, Landa aos 25min, Pelé aos 35min e aos 43min e Edu aos 39min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 55 mil pagantes
Árbitro: Mário Gasc
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Oberdan (Mauro) e Rildo: Zito (Buglê) e Orlando;
Amauri, Lima, Toninho (Abel), Pelé e Edu.
Universidad Católica: Vallejos; Barrientos, Tôrres (Aubesan) e Vilarroel; Laube e Carvalho (Landa); Prieto, Barrales, Betta, Herrera e Fouilloux.
28/02/1967 – Santos 2 x 1 Colo-Colo-CHI
Gols: Buglê e Edu.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Árbitro: Jayme Amor
Expulsões: Pelé e Cruz foram expulsos aos 20min do 1º tempo; Zito foi expulso aos 21min do 2º tempo.
Santos: Gilmar; Carlos Alberto, Mauro (Joel), Orlando (Buglê) e Rildo; Zito e Lima; Amauri, Toninho, Pelé e Edu.
Colo-Colo: Santander Clariá Gonzalez Valentim Cruz Valdez Bravo Aravena Beirute Zelada (Ramirez) Tudilo.
– Ocorrências: Última rodada do hexagonal, o Santos ficou com vice-campeonato, perdendo apenas pelo critério do gol average, isto é, dividindo-se o total de gols marcados pelo total de gols sofridos, e o time que tivesse maior quociente seria declarado campeão, com isso, o Vasas ficou com o título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *