Torneio Octogonal do Chile – 1968

Published On 11/06/2014 | Torneios Amistosos
Em 1968, durante mais uma de suas grandiosas excursões, o Santos foi até o Chile e disputou o Torneio Octogonal do Chile. Durante o Torneio, o dirigente santista Nicolau Moran, veio a falecer, abalando a equipe Alvinegra. Em homenagem, os organizadores alteraram o nome da taça para “Taça Nicolau Moran”. Mesmo abalados, os atletas santistas conquistaram a taça diante da Alemanha Oriental.
– Jogos:
13/01 – Seleção da Tchecoslováquia 1 x 4 Santos
19/01 – Universidad Católica-CHI 1 x 4 Santos
23/01 – Vasas-HUN 0 x 4 Santos
27/01 – Universidad de Chile-CHI 2 x 1 Santos
31/01 – Racing-ARG 1 x 2 Santos
02/02 – Colo-Colo-CHI 1 x 4 Santos
05/02 – Seleção da Alemanha Oriental 1 x 3 Santos
– Campanha: CAMPEÃO; 07 jogos; 06 Vitórias; 01 Derrota; 22 GP; 07 GC; 15 SG
– Artilheiros:
07 Gols: Toninho
04 Gols: Edu
04 Gols: Negreiros
02 Gols: Carlos Aberto
01 Gol: Pelé, Orlandinho e Douglas
02 Gols Contra: Taborski e Clariá
– Fichas Técnicas:
13/01/1968 – Santos 4 x 1 Seleção da Thecoslováquia
Gols: Toninho [2], Negreiros, Taborski (contra); Johl
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 69.342
Árbitro: Carlos Robles (Chile)
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel e Rildo; Clodoaldo (Lima) e
Negreiros; Orlandinho, Toninho, Pelé (Douglas) e Edu. Técnico: Antoninho
Thecoslováquia: Viktor; Lala (Pivarnick), Popluhar, Taborski e Horvath; Geleta e Jokl; Levick (Iskvel), Krnac, Kuwa eVrana
19/01/1968 – Santos 4 x 1 Universidad Católica
Gols: Carlos Alberto aos 10min, Reinoso aos 37min e Toninho aos 44min do primeiro tempo; Negreiros aos 22min e Carlos Alberto aos 27min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 49.486
Árbitro: Mário Gasc (Chile)
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel e Rildo (Geraldino); Lima e Negreiros; Orlandinho, Toninho, Douglas e Edu (Abel). Técnico: Antoninho
Universidad: Leopold Vallejos; Laube, Lecaros, Diaz e Adraizola; Izela (Mora) e Varas; Barrales, Reinoso, Messen (Gallardo) e Founiloux.
23/01/1968 – Santos 4 x 0 Vasas/HUN
Gols: Edu aos 9min, Pelé aos 17min e Toninho aos 27min do primeiro tempo; Edu aos 29min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Competição: Torneio Octogonal do Chile
Público: 36.060 pagantes
Renda: 324.578 escudos chilenos
Árbitro: Rafael Hormazabal (Chile)
Santos: Cláudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo: Lima e Negreiros (Clodoaldo); Orlandinho, Toninho, Pelé (Douglas) e Edu. Técnico: Antoninho
Vazas: Kenderesi; Bakos, Mészöly, Ihász (Omagivary) e Mathrai; Mathesz e Molnár; Puskas (Koreos), Farkas, Fister e Menczel. Técnico: Illovszky Rudolf
27/01/1968 – Santos 1 x 2 Universidad do Chile
Gols: Campos aos 23min, Edu aos 29min e Araya aos 36min do primeiro tempo
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 49.667
Santos: Claudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel e Rildo; Lima e Negreiros (Clodoaldo); Orlandinho, Toninho, Douglas (Abel) e Edu. Técnico: Antoninho
31/01/1968 – Santos 2 x 1 Racing
Gols: Orlandinho aos 23min e Ramos Delgado (c) aos 25min do primeiro tempo; Toninho aos 40min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 30.000
Árbitro: Rafael Hormazabal (Chile)
Expulso: Joel
Santos: Claudio; Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel e Geraldino; Lima e Negreiros (Clodoaldo); Orlandinho (Wilson), Douglas (Oberdan), Toninho e Edu. Técnico: Antoninho
Racing: Cejas; Vilanoba, Chabal, Diaz e Ruli; Basile e Maschio; Craldu (Cardoso), Wolf, Cardenas e Salomone.
02/02/1968 – Santos 4 x 1 Colo Colo
Gols: Toninho aos 7min, Capot aos 25min e Clariá (c) aos 37min do primeiro tempo; Douglas aos 12min e Edu aos 33min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 26.363
Renda: 201.411 pesos chilenos
Árbitro: Carlos Robles (Chile)
Santos: Cláudio (Laércio); Carlos Alberto, Ramos Delgado (Oberdan) , Joel e
Geraldino (Rildo); Lima (Orlando) e Clodoaldo (Negreiros); Orlandinho
(Wilson), Toninho (Abel), Pelé (Douglas) e Edu. Técnico: Antoninho
Colo Colo: Cavalero; Valentini, Ganier (Donoso), Clariá e Gonzales; Ramires e
M.Silva; Moreno, Zelada (Cazsely), Alvarez e Capot (Astudio)
– As diversas substituições foram permitidas pelos organizadores pois na véspera falecera o dirigente Nicolau Moran, e os jogadores estavam abalados.
05/02/1968 – Santos 3 x 1 Alemanha Oriental
Gols: Toninho aos 6min, Negreiros aos 20min e aos 32min e Vogel aos 45min do segundo tempo.
Local: Estádio Nacional de Santiago, em Santiago, Chile.
Público: 67.862
Árbitro: Claudio Vicuna (Chile)
Santos: Cláudio; Carlos Alberto Torres (Negreiros), Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo; Clodoaldo e Lima; Wilson, Toninho Guerreiro, Douglas e Edu. Técnico: Antoninho
Alemanha Oriental: Welgang; Urbanczyck, Wruck, Bransch, Kormer e Frassdorf; Hoge e Noldner (Kreige); Frenczel, Irmscher e Vogel.
– Ocorrências: A partida, aos 5min do primeiro tempo, foi suspensa para que houvesse troca de uniformes, pois provocou confusão. A paralisação durou cerca de 13min. O Santos jogava com as camisas alvinegras e os alemães com uniforme totalmente branco

One Response to Torneio Octogonal do Chile – 1968

  1. Pingback: Acervo Histórico do Santos FC | Moran – 1931-1940

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *