Torneio Pentagonal do México – 1959

Published On 13/05/2014 | Torneios Amistosos
Por Gabriel Santana
Santos, 13/05/2014
Atualizado, 15/02/2016

Em 1959, o Santos disputou pela primeira vez o Torneio Pentagonal do México!
Realizado na capital do país, a Cidade do México, o Alvinegro ficou com o título do torneio após vencer o América do México por 5×0, garantindo a conquista com uma rodada de antecedência.

Participantes: Santos, Chivas Guadalajara-MEX, América-MEX, León-MEX e Uda Duklas-TCH
Jogos:
25/01 – América 4 x 2 Uda Duklas
29/01 – Chivas 2 x 4 Santos
01/02 – León 0 x 2 Uda Duklas
05/02 – León 0 x 2 Santos; Chivas 2 x 1 América
08/02 – Chivas 1 x 1 Uda Duklas
12/02 – León 0 x 1 Chivas; América 0 x 5 Santos
15/02 – Santos 3 x 4 Uda Duklas; América 3 x 2 Léon
Classificação:
1 – Santos; 06 PG (04J; 03V; 01D; 14GP)
2 – Uda Duklas; 5PG (04J; 02V; 01E; 01D; 09GP)
3 – Chivas Guadalajara; 05PG (04J; 02V; 01E; 01D; 06GP)
4 – América; 4PG (04J; 02V; 02D; 08GP)
4 – León; 0PG (4J; 04D; 02GP)
Artilheiros:
05 Gols: Pelé e Pepe
03 Gols: Pagão
01 Gol: Dorval
FICHAS TÉCNICAS:
29/01/1959 – Chivas Guadalajara-MEX 2 x 4 Santos
Gols: Pelé [3] e Pepe; Hector Hernandez [2]
Local: Estádio Olímpico Universitário, na Cidade do México, México.
Público: 80.000 aproximadamente
Árbitro: Rafael Valenzuela
Chivas: Gomez; Chicho, Nuño (Sepúlveda), Villegas, Cardenas, Jasso, Díaz (Fael) (Cázares), Reyes, Héctor Hernandez, Ponce e Arellano.
Santos: Manga; Helvio (Fioti) e Dalmo; Getúlio, Ramiro e Zito (Urubatão); Dorval, Álvaro (Coutinho), Pagão (Guerra), Pelé (Afonsinho) e Pepe. Técnico: Lula
05/02/1959 – León-MEX 0 x 2 Santos
Gols: Pagão aos 31min e Pepe aos 36min do primeiro tempo.
Local: Estádio Olímpico Universitário, na Cidade do México, México.
Público: 90.000 aproximadamente
Árbitro: Juan Rodriguez
Santos: Manga (Laércio); Hélvio (Fioti) e Dalmo; Getúlio, Ramiro e Zito;
Dorval (Helio), Álvaro (Urubatão) Pagão, Pelé (Coutinho) e Pepe. Técnico: Lula
Leon: Carbajal (Morales); Nova, Perales e Cuéllar; Luna (Pancho Hernández) e Diflono; Fello, Jasso, Carlos González, Martinolli e Rey.
13/02/1959 – América-MEX 0 x 5 Santos
Gols: Pelé aos 31min, Pagão aos 34min, Pepe aos 36min e Dorval aos 38min do primeiro tempo; Pelé aos 27min do segundo tempo.
Local: Estádio Olímpico Universitário, na Cidade do México, México.
Público: 80.000 aproximadamente
Árbitro: Manolo Alonso
América: Camacho (Huerta); Besco, Ferrai e Lemis; Wedell e Najera (Gomes); Valdez (Selma), Sanchez Garcia (Soto), Palmer, Ochoa (Gutierrez) e Figueroa.
Santos: Manga (Laércio); Hélvio e Dalmo (Feijó); Getúlio, Ramiro (Fioti) e
Zito; Dorval, Álvaro (Afonsinho), Pagão (Coutinho), Pelé e Pepe. Técnico: Lula
15/02/1959 – Uda Duklas-TCH 4 x 3 Santos
Gols: Pagão aos 2min, Pepe aos 10min, Masopust aos 17min, Borovicke aos 19min e Vacenovski aos 29min do primeiro tempo; Pepe (p) aos 31min e Masopust aos 37min do segundo tempo.
Local: Estádio Olímpico Universitário, na Cidade do México, México.
Público: 80.000 aproximadamente
Árbitro: Carlos Fégres
Uda Duklas: Pavlis; Zafranek, Cadek e Novak; Dvorak e Masopust; Kordula, Brumovsky, Sura, Vacenovski e Borovicke.
Santos: Manga; Hélvio e Dalmo (Feijó); Getúlio, Urubatão e Zito; Dorval,
Álvaro (Afonsinho), Pagão, Pelé e Pepe. Técnico: Lula
– Ocorrências: Violento conflito eclodiu entre os jogadores do Santos e numerosos fotógrafos, após o jogo. O incidente aconteceu quando os brasileiros, após a partida dirigiam-se aos vestiários, e um dos jogadores se desentendeu com um fotógrafo. O conflito se generalizou entre o resto dos jogadores brasileiros e uma dezena de fotógrafos. A polícia restabeleceu a ordem e segundo informações não confirmadas teriam sido presos dois dos principais protagonistas dos incidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *