O terceiro tricampeonato paulista!

Published On 08/09/2014 | A História das conquistas, Histórias
Em 1969, o Santos sagrava-se tricampeão paulista pela 2º vez, sendo o último time a faturar 3 Taças seguidas do Campeonato Estadual. Depois de 43 anos, em 2012, a nova geração dos Meninos da Vila consegue repetir a história com muita autoridade, faturando o 3º tricampeonato paulista, e quebrando esse longo tabu.
Após o vice-campeonato de 2009, a equipe se fortaleceu ganhando experiência, ainda mais sendo a primeira final de Neymar, Ganso & Cia.
E em 2010 faturamos o título com sobras, encerrando a campanha com 72 gols feitos. Tivemos um pouco de emoção na final contra o Santo André, mas nada que abalasse a confiança santista. Já em 2011 tivemos alguns problemas de percurso, como a troca de técnico, porém, com a chegada de Muricy, engrandeceu ainda mais o elenco. Diferente de 2010, classificamos em 4º na primeira fase, e após eliminar o São Paulo no Morumbi, faturamos o título em cima do Corinthians. Finalmente 2012, o ano do tricampeonato, com a consagração de Neymar, ao se tornar o maior artilheiro após a Era Pelé, obtemos a classificação em 3º, eliminando o Mogi Mirim nas quartas de finais, e pelo terceiro ano consecutivo, eliminamos o São Paulo nas semifinais. A final contra o Guarani foi a menos complicada, em relação as duas ultimas, e isso só mostrou ainda mais a superioridade que o Santos teve sobre seus adversários nesses 3 anos!
Heróis do tricampeonato 2010-2011-2012:
55 Jogos: Durval
48 Jogos: Edu Dracena
46 Jogos: Neymar
45 Jogos: Paulo Henrique Ganso
42 Jogos: Pará
37 Jogos: Arouca
35 Jogos: Elano
34 Jogos: Rafael
31 Jogos: Léo
30 Jogos: Zé Eduardo
29 Jogos: Adriano
23 Jogos: Felipe e Felipe Anderson
22 Jogos: Bruno Rodrigo
21 Jogos: André
20 Jogos: Alan Kardec
19 Jogos: Wesley, Maikon Leite e Ibson
18 Jogos: Marquinhos
17 Jogos: Madson e Rodrigo Possebon
16 Jogos: Rodrigo Mancha
14 Jogos: Keirrison
13 Jogos: Danilo, Maranhão, Jonathan e Henrique
12 Jogos: Roberto Brum, Bruno Aguiar, Robinho e Juan
11 Jogos: Robson, Borges e Aranha
09 Jogos: Fucile, Vinícius Simon e Anderson Carvalho
08 Jogos: Alex Sandro, Renteria, Breitner, Dimba, Tiago Alves, Crystian e Alan Patrick
07 Jogos: Germano
06 Jogos: Diogo
05 Jogos: Moisés e Paulo Henrique
04 Jogos: Giovanni, George Lucas, Emerson Palmieri e Rodriguinho
03 Jogos: Vladimir
02 Jogos: Zezinho, Tiago Luís e Rafael Caldeira
01 Jogo: Alan Santos, Serginho, Wesley Santos, Luciano Castan, Marcel e Charles
Artilheiros:
38 Gols: Neymar
17 Gols: Paulo Henrique Ganso
13 Gols: André e Zé Eduardo
11 Gols: Elano
08 Gols: Maikon Leite
07 Gols: Alan Kardec
06 Gols: Wesley e Keirrison
05 Gols: Edu Dracena, Marquinhos, Robinho e Borges
04 Gols: Mádson e Ibson
03 Gols: Dimba
02 Gols: Juan, Arouca, Durval e Felipe Anderson
01 Gol: Giovanni, Pará, Germano, Alex Sandro, Marcel, Rodrigo Possebon, Léo, Tiago Alves, Jonathan, Alan Patrick, Maranhão, Bruno Rodrigo, Vinícius Simon, Anderson Carvalho e Rafael Caldeira
02 Gols Contra: Júnior César e Ferron
Total: 175 Gols feitos.
Na edição de 2011 e 2012, tivemos o artilheiro da competição, Elano com 11 gols e Neymar com 20 gols.
Campanha Geral: 69 Jogos; 48 Vitórias; 11 Empates; 10 Derrotas; 175 GP; 73 GC; 102 SG
Fichas Técnicas das finais:
02/05/2010 – Santos 2 x 3 Santo André
Gols: Nunes a 1min, Neymar, aos 8min e aos 32min, Alê aos 19min e Branquinho aos 43min do primeiro tempo.
Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP)
Público: 35.001 pagantes
Renda: R$ 2.349.455,00
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho
Assistentes: Maria Eliza Correia Barbosa e Daniel Paulo Ziolli
Cartões amarelos: Rodriguinho, Júlio César, Alê, Carlinhos, Cicinho, Halisson e Rômulo (Santo André); Pará, Neymar, Paulo Henrique e Edu Dracena (Santos)
Cartões vermelhos: Léo, Marquinhos e Roberto Brum (Santos); Nunes (Santo André)
Santos: Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Mancha, Arouca, Marquinhos e Paulo Henrique; Neymar (Roberto Brum) e Robinho (André)(Bruno Aguiar). Técnico: Dorival Júnior
Santo André: Júlio César; Cicinho (Rômulo), Halisson, Cesinha e Carlinhos; Alê (Pio), Gil, Branquinho (Rodrigão) e Bruno César; Nunes e Rodriguinho. Técnico: Sérgio Soares
15/05/2011 – Santos 2 x 1 Corinthians
Gols: Arouca aos 16min do primeiro tempo; Neymar aos 38min e Morais aos 41min do segundo tempo.
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 14.322
Renda: R$ 745.610,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: David Botelho Barbosa e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Elano, Léo, Neymar e Pará (Santos); Chicão e Liedson (Corinthians)
Santos: Rafael; Jonathan (Pará), Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Adriano, Arouca, Elano e Alan Patrick (Rodrigo Possebon); Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Muricy Ramalho
Corinthians: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Ramires), Bruno César (Morais) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian) e Liedson. Técnico: Tite
13/05/2012 – Santos 4 x 2 Guarani
Gols: Alan Kardec a 1min, Fabinho aos 4min, Neymar aos 8min e Bruno Mendes aos 16min do primeiro tempo; Neymar aos 26min e Alan Kardec aos 46min do segundo tempo.
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Público: 53.749
Renda: R$ 2.667.232,00
Árbitro: Paulo César de Oliveira
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Vicente Romano Neto
Cartões amarelos: Neymar, Juan, Alan Kardec (Santos). Bruno Recife (Guarani)
Santos: Rafael; Henrique, Edu Dracena, Durval e Juan (Léo); Arouca, Ibson, Elano (Felipe Anderson) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho
Guarani: Emerson; Bruno Peres, Domingos, André Leone e Bruno Recife; Ewerton Páscoa (Thiaguinho), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Medina (Max Pardalzinho); Bruno Mendes (Ronaldo) e Fabinho. Técnico: Oswaldo Alvarez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *