Viana – 1939-1940

Published On 24/10/2016 | Ex-Atletas
Por Ronaldo Silva e Gabriel Santana
Santos, 24/10/2016

Nome Completo – Marins Alves de Araújo Viana
Período – 1939 – 1940
Posição – Zagueiro
Nascimento – 10 de Maio de 1909
Jogos – 34
Gols – 00

Histórico – Iniciou sua jornada pelo futebol nos campos amadores, atuando no interior paulista em São José do Rio Preto. Seguiu o caminho de tantos outros futebolistas e buscou uma oportunidade na capital paulista, onde foi defender o Corinthians.
Em 1935, surgiu a oportunidade ao lado do goleiro Jaguaré e de Fernando Giucidelli de tentar a sorte do outro lado do oceano para jogar na Itália. A chegada ao solo europeu ocorreu em Lisboa onde as notícias informavam sobre guerra no destino pretendido pelos atletas brasileiros, com isso mudaram de ideia e se incorporaram ao Sporting/POR para serem os primeiros jogadores brasileiros nesse clube. O menos cotado era Vianinha, como carinhosamente era conhecido em terras lusitanas, que em pouco tempo tornou-se titular indiscutível da defesa do Sporting e foi um dos destaques da equipe que conquistou o campeonato de Portugal de 1936.
Recebeu proposta da França para atuar no Antibes, e participou de apenas cinco partidas. Em curto espaço de tempo estava de volta ao país onde seu futebol era admirado, porém, desta vez foi jogar pelo Porto, por uma quantia de 7 contos, vindo a receber 14 contos de luvas e salário de 1500 escudos para se tornar o primeiro brasileiro contratado pela equipe portista. Novamente alcançou o sucesso com vitórias e títulos memoráveis como o título de Portugal de 1937 que Vianinha anulou o temido centroavante Manoel Soeiro que havia sido seu companheiro no Sporting e voltaria a ser campeão nacional pelo Porto pela segunda oportunidade em 1939.
Após esse período de êxito no exterior decidiu retomar sua carreira no Brasil e veio defender as cores do Santos. Trouxe de Portugal a fama de marcador implacável e força no jogo aéreo. Teve uma rápida passagem na Vila Belmiro, onde não obteve as conquistas do futebol português. Viana contribuiu com a equipe alvinegra atuando ao lado do capitão santista Neves formando uma zaga bastante experiente.
Encerrou sua carreira após sua passagem pelo Santos, e chegou a trabalhar como treinador. Conquistou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão dirigindo o Linense em 1952.
Faleceu na cidade de São Paulo em 1975 e deixou um filho com o mesmo nome.

ESTREIA
19/11/1939 – Santos 1 x 1 Portuguesa
Gols: Raul 69 – Guanabara 2
Local: Rua Cesário Ramalho, em São Paulo
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: Álvaro Cândido Moura
SFC: Talladas; Neves e Viana; Figueira, Gradim e Laurindo; Bazzoni, Moran, Raul, Remo e Tom Mix. Técnico: Isaac Goldenberg
APE: Rodrigues (Zezé); Pepino e Osvaldo; Bigin, Fausto e Zezé; Ministrinho, Charuto, Guanabara, Alberto e Matias
ÚLTIMO JOGO
08/12/1940 – Santos 2 x 5 CA Ypiranga
Gols: Gradim (pênalti) e Raul – Miguelzinho (2), Aldo e Peixe (2)
Local: Estádio Nami Jafet, em São Paulo.
Competição: Campeonato Paulista
Árbitro: João Etzel
Renda: R 2:198$000
SFC: Talladas (Ferreira); Natal e Viana; Ferreira, Gradim e Sosa; Cláudio, Mota, Raul, Deoclydes e Tom Mix
CAI: Tuffy; Duílio e Bérgamo; Nenê, Gogliardo e Américo; Peixe, Aldo, Miguelzinho, Lupércio e Edmundo.

• Jogos e gols:
1939 – 06 jogos e 00 gol;
1940 – 28 jogos e 00 gol;
Total: 34 jogos e 00 gol

Fontes e Referências: 
Almanaque do Santos FC;
Jornal “Correio Paulistano”;
www.forumscp.com;
www.estrelas-do-fcp.blogspot.com;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *