Wanderlino – 1938-1939

Published On 15/12/2016 | Ex-Atletas
Por Ronaldo Silva e Gabriel Santana
Santos, 15/12/2016

Nome completo Wanderlino Nunes Garagorry
Período – 1938-1939
Posição – Zagueiro
Nascimento – 08 de março de 1912, Santana do Livramento, Rio Grande do Sul
Jogos  69
Gols  00

Histórico – O gaúcho Wanderlino iniciou sua carreira no clube 14 de Julho, time amador de sua cidade, Santana do Livramento. Em 1929, figurou no amador do “Belgrano”, clube de Riviera, onde conquistou o vice-campeonato citadino.
Devido ao seus belos desempenhos, foi contratado pelo Internacional. Com o clube gaúcho, conquistou o Título do Campeonato Estadual, de 1934.
Em meados da década de 30, Wanderlino já era destaque nacional, e chamava a atenção, sendo considerado um dos zagueiros mais notáveis da época.
Na sequência, foi contratado pelo Flamengo, onde também foi campeão. Sua estadia no Rio de Janeiro durou pouco, e logo regressou para seu estado, para atuar no GR Força e Luz, o mesmo clube que revelou nosso eterno ponteiro Dorval.
Novamente Wanderlino foi destaque, e chamou a atenção dos dirigentes santistas. O Alvinegro encaminhou ao zagueiro um convite, e ele prontamente aceitou. Ao lado do capitão Neves, formou a melhor zaga paulista da época.
Todas as 69 partidas que realizou pelo Alvinegro, Wanderlino foi titular. E desses 69 jogos, teve a oportunidade de atuar ao lado de 3 parceiros de zaga: O capitão Neves, em 63 jogos, Bompeixe, 4 em jogos, e Viana, em outras duas partidas.
Deixou o time santista no fim de 1939, e antes de retornar ao seu clube de origem, atuou na Portuguesa Santista, e em 1942, estava de volta ao 14 de Julho, para encerrar sua notória carreira.

ESTREIA
10/02/1938 – Santos 2 x 0 Libertad/PAR
Gols: Mario Pereira e Rui Gomide
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: R 11:000$000
Árbitro: Tomaz Cardoso de Almeida
SFC: Cyro; Neves e Wanderlino (Bompeixe); Figueira, Artigas (Marçal) e Abreu; Sacy, Aurélio, Gradim, Novo (Mario Pereira, depois Ari) e Ruy.
CL: Fernandez; Ferreira e Invernazzi; Ayala, M. Ortega e Benegas; Benitez, Caceres, Gustale, Ozório e Bernie.
ULTIMA PARTIDA
14/12/1939 – Santos 1 x 1 Portuguesa Santista
Gols: Figueira – Carabina
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Amistoso
Renda: R 3:061$000
Árbitro: Artur Cidrin
SFC: Cyro; Viana e Wanderlino (Bompeixe); Figueira, Elesbão (Gradim) e Laurindo; Bazzoni, Moran, Raul, Cavaco e Ruy. Técnico: Isaac Goldenberg (provável)
AAP: Raimundo (Rato, depois Bruno); Ari Fernandes e Tuffi; Geraldo, Ari Silva e Antero; Vega, Armandinho, Carabina, Lupércio e Pintado.

• Jogos e gols:
1938 – 34 jogos e 00 gol;
1939 – 35 jogos e 00 gol;
Total: 69 jogos e 00 gol

Fontes e Referências:
Almanaque do Santos FC;
Jornal “A Tribuna de Santos”;
Jornal “A Gazeta”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *