Zé Carlos – 1960-1963/1966

Published On 28/09/2016 | Ex-Atletas
Por Gabriel Santana e Ronaldo Silva
Santos, 28/09/2016

Nome completo – José Carlos Silvério
Período – 1960-1963/1966
Posição – Lateral-Esquerdo
Nascimento – 25 de março de 1938, em Lavras, Minas Gerais
Jogos – 123
Gols – 01

Histórico – Ao lado dos santistas Pepe, Zito, Pelé, Formiga, Getúlio, Dorval e Coutinho, Zé Carlos foi Campeão Brasileiro de Seleções em 1959, pela Seleção Paulista, quando ainda atuava pelo EC Taubaté, e começou a se destacar nacionalmente.
Contratado pelo Santos em 1960, Zé Carlos tinha a concorrência de Dalmo e Feijó pela ala esquerda, e mesmo assim, conseguiu realizar bons jogos pelo Alvinegro. A sua primeira temporada, foi o ano em que mais atuou, com 45 jogos disputados.
Apelidado pelo Rei Pelé de “patinho feio”, Zé Carlos fez parte do grupo Bicampeão da Libertadores e Bicampeão do Mundo, além das conquistas dos Títulos Paulistas, Brasileiros e do Torneio Rio-São Paulo.
Em 1963, foi emprestado ao Jabaquara, retornando no ano seguinte, quando recebeu passe livre. Dois anos depois, em 1966, Zé Carlos foi recontratado pelo clube, onde atuou em mais 41 jogos. Na temporada seguinte, transferiu-se para o XV de Piracicaba, e encerrou sua carreira na Portuguesa Santista.
Ao aposentar-se, continuou morando na Baixada Santista, e exerceu algumas profissões, como motorista de ônibus da CSTC.
Zé Carlos faleceu em Santos, no dia 4 de junho de 2007, aos 69 anos, vítima de parada cardíaca.

ESTREIA
27/03/1960 – Palmeiras 0 x 0 Santos
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Renda: Cr$ 1.438.450,00
Público: 23.084
Árbitro: Catão Montez Júnior
Palmeiras: Valdir, Djalma Santos, Valdemar Carabina e Geraldo Scotto; Zequinha e Dicão; Julinho, Valter Prado (Romeiro), Américo, Chinesinho e Cruz.
Técnico: Oswaldo Brandão
Santos: Lalá; Getúlio, Mauro e Zé Carlos; Zito e Formiga; Dorval, Mário, Ney, Coutinho (Tite) e Pepe. Técnico: Lula
ÚNICO GOL
20/03/1966 – Santos 5 x 2 Vasco
Gols: Dorval aos 9min, Celio aos 16min, Zé Carlos aos 31min e Toninho aos 34min do primeiro tempo; Lima aos 19min e 39min e Picolé aos 37min do segundo tempo.
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Competição: Torneio Rio-São Paulo
Público: 12.973 pagantes
Renda: Cr$ 20.002.000
Árbitro: Eunápio de Queiróz
Santos: Laércio; Carlos Alberto, Oberdan, Haroldo e Zé Carlos; Zito (Joel Camargo) e Mengálvio; Dorval, Toninho (Wilson), Del Vecchio (Lima) e Edu.
Técnico: Lula
Vasco: Amauri; Joel, Brito (Caxias), Ananias e Oldair; Maranhão e Danilo Menezes; Zezinho, Célio, Lorico (Picolé) e Tião. Técnico: Zezé Moreira
ÚLTIMO JOGO
19/12/1966 – Santos 3 x 0 Prudentina-SP
Gols: Toninho (3)
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Competição: Campeonato Paulista
Renda: Cr$ 1.779.000,00
Público: 1.727
Árbitro: Anacleto Pietrobom
SFC: Cláudio; Zé Carlos, Modesto e Geraldino; Lima e Orlando; Amauri, Joel Camargo, Toninho, Dorval e Abel. Técnico: Lula
APEA: Glauco; Zé Carlos, Santo, Dobreu e Tomás; Capitão e Lorico; Zuino, Claudio, Reginaldo e Diogo. Técnico: Nestor

• Jogos e gols:
1960 – 45 jogos e 00 gol;
1961 – 11 jogos e 00 gol;
1962 – 22 jogos e 00 gol;
1963 – 04 jogos e 00 gol;
1966 – 41 jogos e 01 gol;
Total: 123 jogos e 01 gol

Fontes e Referências:
Centro de Memória e Estatísticas do Santos FC;
Almanaque do Santos FC;
Jornal “Mundo Esportivo”;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *